Tribunal de Nuremberg

Sinopse:

Tribunal

Termina a Segunda Guerra Mundial com a rendição da Alemanha e do Japão. Porém uma dúvida há tempo já rondava os líderes Aliados: O que fazer com os líderes nazistas? E em meio a discussões entre as 4 potências vencedoras nasceu a idéia de criar um tribunal internacional para julgar crimes de guerra.

O filme que estrela Alec Baldwin como o promotor da suprema corte dos Estados Unidos que trabalha na acusação dos réus – líderes nazistas capturados com vida durante e após o conflito.

Entre os acusados está o mais célebre, o antigo comandante da Luftwaffe, o MarechalHermann Goering, que se transforma numa espécie de líderes entre os réus. Advogando em sua causa Goering chega a ser convincente e ameaçar o êxito do promotor em condená-lo.

Ao contrário dos outros acusados que sob uma imensidão de documentos suficiente para selar a pena máxima, não conseguiam mais que negar as acusações.

O filme retrata de forma fiel o Julgamento histórico de Nuremberg. Trazendo o realismo não apenas na semelhança física dos atores com os líderes nazistas, mas também no roteiro.

Peca apenas por dois detalhes… O romance entre o Promotor – Alec Baldwin- com sua secretária, um fato que poderia ter ficado fora das cenas, pois foi irrelevante. E por não terem retratado o ato macabro. porém verídico, em que o corpo já sem vida de Hermann Goering – que suicidou-se ingerindo veneno, pouco antes de ser enforcado –  foi içado na fôrca. Um ato horrendo por parte dos militares estadunidenses, dito civilizados, que quiseram demonstrar que Goering não conseguiu evitar a fôrca.

About Redação da Revista JusRO

Revista Jurídica JusRO proporcionando desde 2008 um espaço dinâmico para a divulgação de noticias jurídicas, artigos jurídicos, trabalhos acadêmicos, roteiros de aulas. Torne-se um seguidor, contribua e participe você também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *