Rússia bloqueia sites pornográficos e recomenda que busque alguém na vida real

Uma decisão do governo russo despertou a indignação dos defensores do acesso irrestrito à pornografia online. O governo bloqueou o acesso a dois dos maiores portais de conteúdo pornográfico da internet. A medida foi tomada pelo Serviço Federal de Supervisão das Telecomunicações, Tecnologias da Informação e Meios de Informação, conhecido em russo como Roscomnadzor, o organismo que supervisiona os conteúdos audiovisuais do país e que nos últimos anos bloqueou o acesso a vários sites.

O governo russo contestou algumas das críticas através da conta no Twitter do Roscomnadzor. A um comentário de um usuário que pedia uma opção alternativa depois do bloqueio das páginas, o organismo recomendou que o usuário saia às ruas para conhecer alguém na vida real.

A partir de agora, não será possível acessar esses portais a partir dos servidores russo, devido a uma sentença judicial que afirma que ambos difundem imagens ilegais. Chegou-se à decisão depois de várias notificações de autoridades de Moscou aos dois sites. Desde que Vladimir Putin voltou à presidência da Rússia, em 2012, o governo bloqueou várias páginas acusadas de difundir conteúdo inapropriado. Putin declarou publicamente que a vigilância ao conteúdo da internet tem como principal objetivo proteger os menores de idade da exposição à pornografia e lutar contra a pornografia infantil. 

O Pornhub e o YouPorn pararam de funcionar no país a mando do Serviço Federal de Supervisão das Comunicações, Tecnologia da Informação e Meios de Comunicação de Massa, segundo informações do jornal Independent.

O que achou dessa decisão do governo Russo deixe sua opinião nos comentários 

Fonte: Com informações de Independent 

About Hemerson Gomes Couto

Hemerson Gomes Couto. Bacharel em Direito pela Faculdade Integrada de Cacoal – UNESC, Especialista em direito da criança e do adolescente, Conselheiro Tutelar 2009 - 2011, Escritor, Blogueiro, Advogado. E-mail: hemerson@hgc.adv.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *