Que isso doutor: Corra que os juízes vêm ai

Tags:

 

Antes de brigar com um juiz lembre-se ele pode mandar te prender

Veja a seguir casos polêmicos envolvendo juízes:

Juiz perdeu o voo e mandou prender os funcionários da TAM

O juiz Marcelo Baldochi, titular da comarca de Senador La Roque, no sábado dia 06 de dezembro deu voz de prisão, a dois atendentes da TAM, após perder um voo da companhia em Imperatriz – Maranhão com destino a Ribeirão Preto – São Paulo. O Juiz chegou ao aeroporto Renato Moreira após o encerramento do check-in. Mas queria embarcar. Como foi impedido pelos funcionários, o juiz invadiu a área restrita, ameaçou e humilhou a todos e ainda deu voz de prisão aos funcionários e acionou a Polícia Militar, que levou todos a uma delegacia na cidade. Sensibilizados, alguns colegas de trabalho acompanharam os dois atendentes “presos” até a delegacia. O juiz não compareceu para fazer a ocorrência e os agentes da companhia foram liberados.

Juiz foi pego na blitz da Lei Seca

Parado em 2011 numa blitz da Lei Seca no Rio de Janeiro, o juiz João Carlos de Souza Corrêa estava sem carteira de motorista e sem os documentos do carro. A agente de trânsito Luciana Silva Tamburini ordenou então que o carro fosse rebocado. Quando Corrêa se identificou como magistrado, Tamburini afirmou que ele era “juiz, mas não Deus”. O juiz deu voz de prisão à agente e entrou com processo contra ela por danos morais. Tamburini foi condenada a pagar R$ 5 mil em indenização. O magistrado também ganhou ação contra o jornal “O Globo”.

Juiz devo não nego se me cobra mandou prender

O Juiz do Rio Grande do Sul, Jairo Cardoso Soares, em julho de 2005 o magistrado em Lavras do Sul (RS), acusou de estelionato e mandou prender o então gerente do Banco do Brasil, Seno Luiz Klock. O juiz foi até a agência acompanhado de quatro policiais militares, dois oficiais de Justiça, um delegado e um policial civil. O motivo da prisão teria sido um desentendimento em relação à situação bancária do juiz. O magistrado teria informado ao banco sobre o depósito de um valor suficiente para pagar suas dívidas com a instituição. No entanto, estariam faltando R$ 700,00. O gerente chegou a ser detido e depois entrou com ação contra o magistrado. O juiz foi condenado a pagar indenização de R$ 80 mil por danos morais (valor sem correção).

Juiz mandou prender o Advogado

Em 2009, o do juiz Carlos Eduardo Neves Mathias deu voz de prisão ao advogado Hélcio de Oliveira França. O caso ocorreu na cidade de Inajá Pernambuco. O desentendimento aconteceu depois que o advogado tentou acessar os autos de um inquérito policial. De acordo com a OAB Pernambucana, o caso foi encaminhado ao Tribunal de Justiça do estado como abuso de autoridade. O juiz foi condenado a pagar multa equivalente a 25 salários mínimos. A OAB fez ainda uma manifestação contra o magistrado em frente ao fórum onde ele atuava. No entanto, Neves Mathias saiu de férias um dia antes do protesto.

Juiz manda prender os Médicos

Outro caso ocorreu em Teresina, no Piauí, em outubro deste ano. O juiz Deoclécio Sousa decretou a prisão de dois médicos por eles não terem conseguido internar pacientes na UTI de um hospital da cidade. O Conselho Regional de Medicina do Piauí resolveu denunciar o magistrado, afirmando que os médicos ameaçados de prisão sofreram constrangimento, foram coagidos, intimidados e humilhados. A Corregedoria do Tribunal de Justiça investiga se houve abuso de poder pelo juiz.

Juiz dá voz de prisão a atendente do Mcdonalds que não retirou o picles do Big Mac

O juiz de direito capital Paulista Marco Astolfo Lins e Albuquerque, deu voz de prisão a um atendente do Mcdonalds que serviu um big mac ao seu filho com picles. Segundo o juiz, seu filho, de 9 anos de idade é alérgico à picles, e por este motivo solicitou ao atendente que preparasse o lanche sem o item, contudo, ao receber o lanche percebeu que o mesmo estava completo. Uma discussão se iniciou e após alguns minutos o juiz deu voz de prisão ao atendente e todos foram parar na delegacia.

Fonte: Hemerson Gomes Couto. em sábado, 13 de dezembro de 2014 Em: Que isso doutor no site <www.hgcoutoconsultoria.com.br/ que-isso-doutor-corra-que-os-juízes-vêm-ai>.


O blog é aberto a todos, mesmo que você não concorde, sinta-se livre para expressar suas opiniões no espaço de comentário logo abaixo. 

Lembrando: Para evitar problemas jurídicos o Site JusRO não aceitará qualquer tipo de Comentários Ofensivos, por mais ‘inocentes’ que sejam contra qualquer tipo de pessoa, instituições ou Grupo Religiosos.


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas, contos, historias e artigos para o WhatsApp: + 55 (69) 99987-6863. Não se esqueça de se identificar.


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 

About Redação da Revista JusRO

Revista Jurídica JusRO proporcionando desde 2008 um espaço dinâmico para a divulgação de noticias jurídicas, artigos jurídicos, trabalhos acadêmicos, roteiros de aulas. Torne-se um seguidor, contribua e participe você também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *