Morre Armando Reigota uma das maiores personalidades jurídicas de Rondônia

Morreu uma das maiores personalidades jurídica do Estado de Rondônia o advogado Armando Reigota Ferreira. Ele faleceu às 22 horas nesta véspera de Natal, faltando poucas horas para completar 78 anos de idade vítima de falência múltipla dos órgãos após uma luta contra as complicações de um AVC ocorrido em agosto deste ano.

Reigota deixa esposa, também advogada Dra. Alice Barbosa Reigota e três filhos Armando Reigota Ferreira Filho, hoje procurador do município de Ji-Paraná, Alice Reigota, que coordena o escritório de advocacia da família e Ana Paula, promotora de Justiça em Araguaína, Tocantins, além de seis netos.

Armando Reigota nasceu em 25 de dezembro de 1937, na cidade de Álvares Machado, cidade vizinha de Presidente Prudente, São Paulo,  ele formou-se em Direito, pela PUC de São Paulo e chegou a Ji-Paraná em 1981.

Entre os processos mais famosos que advogou, está o processo de nº 5929/89 referente ao julgamento dos matadores do ambientalista Chico Mendes – Darci e Darli Alves, que atraiu interesse da mídia mundial.

Reigota foi professor de Direito na Ulbra durante alguns anos. Ele advogou em seu escritório ao qual reunia os advogados da família até meados desde ano antes de sofre o AVC isquêmico.

Armando Reigota Ferreira titular da carteira da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional São Paulo de nº 14.963 e da suplementar da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Rondônia nº 122-A e também da  suplementar Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Paraná de nº 05169.

Referencia Bibliografica:

Coluna do Gutierrez – Folha de Rondônia 

Nota de Pesar – OAB-RO


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 


A reprodução está autorizada, desde que citada a fonte (Site JusRO).


Curta e Indique nossa Fan Page JusRO para seus amigos e familiares.

About Redação da Revista JusRO

Revista Jurídica JusRO proporcionando desde 2008 um espaço dinâmico para a divulgação de noticias jurídicas, artigos jurídicos, trabalhos acadêmicos, roteiros de aulas. Torne-se um seguidor, contribua e participe você também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *