Espaço do leitor


desabafos de Concurseiro

Nesse espaço fique livre para reclamar e deixar a sua bronca! O Site JusRO oferece este espaço para que o leitor/internauta possa compartilhar opinião sobre os temas tratados aqui. Por favor, utilize esta ferramenta com responsabilidade. Aqui é o espaço para tecer seus comentários, sugestões, denúncias. Participe! A revista JusRO se reserva ao direito de retirar, sem prévia notificação, comentários que possam ser caracterizados como caluniosos, injuriosos, difamatórios ou preconceituosos.

Cordialmente,

Diretoria da Revista JusRO 


Curta e Indique nossa Fan Page JusRO para seus amigos e familiares.

3 thoughts on “Espaço do leitor

  1. Veridiana

    Fui coagida pelo conselheiro tutelar a assinar um termo de responsabilidade mentiroso como se o pai de minha filhaestivesse morando com a mesma na casa de minha irmã a qual na verdade está em posse da mesma. O pai não tem emprego e nem residência fixa. Minha filha tem 13 anos e não quer vim para onde estou. Porem vem repetindo de ano há 3 anos por isso decidi que iria brigar pela guarda dela. O conselheiro tutelar me fez ameaças de que se eu não assinasse me daria advertência por escrito, então fiquei com medo e assinei mesmo sabendo que o pai está mentindo. Todos da minha família sabem que ele não mora na casa de minha irmã e que some e só aparece quando minha irmã o aciona para não me deixar tomar minha filha. O conselho tutelar que foi buscado por mim para resolver essa questão só me prejudicou. Estou me sentindo lesada e enganada. Essa prática de ameaças de coagir um genitor que está sofrendo com a alienação parental é leagal? Que justiça é essa???

  2. Marcondes de Souza Andrade

    Boa tarde Veridiana,meu nome é Marcondes e sou conselheiro tutelar no interior de minas gerais,bem houve um erro grave desse conselheiro que segundo a senhora te coagiu a assinar um documento mesmo sabendo que as palavras nela contida eram falsas,ele está distorcendo a função de conselho ou seja as atribuições do Eca(Estatuto da criança e Adolescente),a senhora de forma alguma deveria assinar esse papel,simplesmente deixava ele fazer a advertência por escrito e a senhora poderia disser que ia o denunciar na promotoria,pois o judiciário que nos fiscaliza.

  3. Alexandre Marciano da Silva

    O termo de responsabilidade é meramente uma advertência lembrando que você é responsável pela criança ou adolescente. Ele não tem valor de “guarda” e nem peso de “guarda”.Portanto não se preocupe se você assinou se ele te a intencionalidade de respaldar “guarda” Quem dá guarda é o Juiz da vara da Família. Ele não tem “peso” judicial de responsabilidade de “guarda”.Problemas de guarda não se resolve no conselho tutelar e sim através de advogado na justiça da vara da Família. Quando você sentir que algum conselheiro tutelar está entrometendo em “guarda judicial” vai até a promotoria ou defensoria da justiça. Este conselheiro está usurpando sua função pública que é crime pelo código penal e é passível de representação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *