Idosa de 120 anos tem aposentadoria cancelada por ser velha demais

O Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) cancelou a aposentadoria de dona Jesuína dos Santos Cardoso, 120, moradora do distrito de Porto União, município de Rio Branco do Ivaí. Para autarquia era impossível uma pessoa estar viva com aquela idade. Ela precisou viajar centenas de quilômetros para ter que provar que estava viva.

Jesuína teve a aposentadoria cancelada por suspeita de fraude. O benefício voltou a ser depositado após a idosa ir, acompanhada da família, até uma agência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) em Apucarana, Norte do Paraná, para provar que está viva. 

idosa-1-300x225

Foto: TN OnLine

A neta Dalíria Amaral de Siqueira Franco, 53, relata que a família desconfiava, mas imaginava ser difícil comprovar que dona Jesuína é a mais idosa do mundo. Isso só foi mudar por causa da aposentadoria cancelada. “Pediram para comprovar que ela estava viva, que não era fraude. O posto do INSS mais próximo é em Apucarana, a quase 200 quilômetros daqui. Tivemos que viajar com ela até lá”, diz. 

É um orgulho para nós termos ela viva. É nosso exemplo de vida, uma guerreira. Viu os filhos morrerem e está sempre firme”, comenta a bisneta Elizabete Franco Viana Dias, 19, que acredita que a bisavó, na verdade, pode ter mais de 120 anos.

No povoado de pouco mais de 200 habitantes onde vive, pelo menos 50 são familiares de dona Jesuína. Jesuína tem hoje 36 netos, 63 bisnetos e 44 tataranetos. Dos 15 filhos que deu à luz, todos em casa, três ainda são vivos.

cert-300x225De acordo com a família, um vereador da cidade estaria vendo o que é necessário para que a “vovó” entre no ‘Guinesse Book”.

O Registro da dona  Jesuína diz que ela nasceu ainda no século XIX  no dia 30 de janeiro de 1896, em Reserva, Campos Gerais do Paraná. O Registro Civil apresentado pela idosa mostra o dia 22 de Abril de 1974 como data de seu casamento, sendo que naquele ano Jesuína supostamente teria 78 anos de idade, numa indicação de que ela oficializou a união posteriormente. O documento foi lavrado na Comarca de Grandes Rios (PR), que se tornou município em 1967.

Quando Jesuína nasceu, o Brasil tinha uma república proclamada há pouco mais de 8 anos. Os resquícios da escravidão eram fortíssimos e as mulheres ainda não tinham direito ao voto. Por essa longa caminhada de vida dona Jesuína, viu a 1º guerra e a segunda guerra mundial, ela também viu o o invento do avião por Santos Dumont com voo do 14 Bis, Brasil passa pela era Vargas, a transferência da Capital Federal do Rio de Janeiro para Brasilia, o período de regime militar, a redemocratização, o fim da URSS, o homem pisando na lua, a queda do muro de Berlim os cincos títulos da seleção brasileira de futebol, as duas copas realizadas no Brasil, tudo isso dona Jesuína testemunhou. Ela deve ser a unica habitante do planeta terra ainda viva que pode dizer que viveu em três seculos diferentes. Ela é a história viva do Brasil e do Planeta Terra.  

Fonte: Com informação Gazeta do Povo


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas para o WhatsApp: (69) 9987-6863 para envio. Não se esqueça de se identificar.


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 

About Redação da Revista JusRO

Revista Jurídica JusRO proporcionando desde 2008 um espaço dinâmico para a divulgação de noticias jurídicas, artigos jurídicos, trabalhos acadêmicos, roteiros de aulas. Torne-se um seguidor, contribua e participe você também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *