Category Archives: Literatura

Atenção com filmes infantis

Published by:

Ao contrário do que se pensam, os filmes infantis merecem especial atenção dos pais e dos adultos em geral. Muitas vezes se pensa que esses filmes são simples divertimento e passatempo para as nossas crianças.

Na verdade, todo conteúdo que chega às crianças são apropriados para elas. Por isso, preste atenção! Se olharmos com um olhar mais crítico, muitos filmes animados, provavelmente nos surpreenderiam pelo conteúdo preconceituoso e estereotipado.

Em muitos filmes da Disney, por exemplo, podemos ver que a grande maioria dos personagens principais é composta por pessoas brancas, magras e incrivelmente perfeitas. Aqueles personagens que não se enquadra nessa categoria, geralmente são personagens secundários, com papeis muitas vezes equivocados e extremamente estereotipados.

Na revista americana, Yes! Magazine, tem um artigo de Christopher Zumski Finke que propõe uma diversificação dos filmes de forma a possibilitar às crianças um universo que tenha mais respeito à variedade, promovendo pensamento sobre alguns valores essenciais próximos aos clássicos da Disney.


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas para o WhatsApp: (69) 9.9987-6863 para envio. Não se esqueça de se identificar.

Crianças: Infância Perdida

Published by:

Jose-Aparecido-Goncalves-AlineObra Aline – Uma criança é sequestrada por um louco e levada a um local solitário e agreste. Mas seu intento em relação à pequena é simplesmente suprir a falta que lhe faz a sua filha, levada pela mãe para longe dos seus braços, além de ter alguém que lhe faça companhia e que ouça as suas histórias.

O homem temeroso, porém, de perder essa criança como perdeu a filha, não hesita em praticar um crime hediondo que o levará à cadeia e a seguir ao manicômio.

E embora o realismo e magia que cercam sua vida alternada por momentos de loucura e lucidez, pode ser que essa criança nem mesmo exista, não passando de uma criação da sua paranoia ou ser, meramente, uma faceta da sua personalidade desajustada.

Leia na integra a obra Aline

Cristiano-Sousa-O-Jornaleiro

Obra O Jornaleiro – É comum, nos dias de hoje, ouvirmos falar sobre trabalho infantil. Cristiano Sousa narra com muita propriedade o assunto neste livro, pois, na sua infância, vendeu jornais nas ruas de Salvador, e, através desta experiência, criou o personagem ‘Nico’, que nos revela todas as mazelas e a exploração destes pequeninos. 

Leia na integra a obra O Jornaleiro


Hemerson Gomes Couto. Bacharel em Direito pela Faculdade Integrada de Cacoal – UNESC. É especialista em direito da criança e do adolescente, Escritor, Blogueiro, Advogado e Consultor.


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas para o WhatsApp: (69) 9987-6863 para envio. Não se esqueça de se identificar.


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 

O Mito da Caverna de Platão

Published by:

 

O mito relata a historia de  prisioneiros que desde o nascimento vivem presos em correntes numa caverna e que passam todo tempo olhando para a parede do fundo que é iluminada pela luz gerada por uma fogueira. Nesta parede são projetadas sombras de estátuas representando pessoas, animais, plantas e objetos, mostrando cenas e situações do dia-a-dia. Os prisioneiros ficam dando nomes às imagens (sombras), analisando e julgando as situações.

Vamos imaginar a seguinte situação um dos prisioneiros fosse forçado a sair das correntes para poder explorar o interior da caverna e o mundo externo. Entraria em contato com a realidade e perceberia que passou a vida toda analisando e julgando apenas imagens projetadas por estátuas.

Ao sair da caverna ele entrar em contato com o mundo real fica encantado com os seres de verdade, com a natureza, com os animais e etc. Ele Volta para a caverna para passar todo conhecimento adquirido fora da caverna para seus colegas ainda presos. Porém, seria ridicularizado ao contar tudo o que viu e sentiu, pois seus colegas só conseguem acreditar na realidade que ver na parede iluminada da caverna. Os prisioneiros vão o chamar de louco, ameaça-lo de morte caso não pare de falar daquelas ideias consideradas absurdas.

Muitos nós temos essa visão distorcida da realidade. Assim como no mito, nós somos como os prisioneiros não enxergamos e acreditamos apenas nas imagens criadas pela cultura, conceitos e informações que recebemos durante toda a nossa vida.

A caverna  simboliza o mundo, pois nos apresenta imagens que não representam a realidade. Somente é possível conhecer a realidade, quando nos deixamos libertar das influências culturais e sociais, ou seja, quando saímos da caverna.

E para saímos da caverna precisamos de conhecimento, pois somente através do conhecimento é que nos libertamos, veja o que diz Paulo a Carta Romanos 15.14 a respeito do Conhecimento  E certo estou, meus irmãos, sim, eu mesmo, a vosso respeito, de que estais possuídos de bondade, cheios de todo o conhecimento, aptos para vos admoestardes uns aos outros”.  Só o CONHECIMENTO pode nos libertar da opressão (Caverna).

Fonte: Resumo do Livro Mito da Caverna de Platão

Hemerson Gomes Couto. Bacharel em Direito pela Faculdade Integrada de Cacoal – UNESC, Pós-graduado em Direito Constitucional pela Faculdade Integrada de Cacoal – UNESC. É especialista em direito da criança e do adolescente, Escritor, Blogueiro, Consultor.


Envie sua Sugestão de pauta, denúncia, fotos, videos, piadas para o WhatsApp: (69) 9987-6863 para envio. Não se esqueça de se identificar.


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 

Os Segredos da Mente Milionária

Published by:

Se as suas finanças andam na corda bamba, talvez esteja na hora de você refletir sobre o que T. Harv Eker chama de “o seu modelo de dinheiro” um conjunto de crenças que cada um de nós alimenta desde a infância e que molda o nosso destino financeiro, quase sempre nos levando para uma situação difícil.
Neste livro, Eker mostra como substituir uma mentalidade destrutiva que você talvez nem perceba que tem pelos arquivos de riqueza, 17 modos de pensar e agir que distinguem os ricos das demais pessoas.
O autor também ensina um método eficiente de administrar o dinheiro.
Você aprenderá a estabelecer sua remuneração pelos resultados que apresenta e não pelas horas que trabalha. Além disso, saberá como aumentar o seu patrimônio líquido a verdadeira medida da riqueza.
Para ler o livro clique aqui Os Segredos da Mente Milionária.

Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 

Curta e Indique nossa Fan Page JusRO para seus amigos e familiares.

Livro: Criança na Escuridão

Published by:

Crianças na Escuridão

Criança na Escuridão é um livro do Autor Júlio Emílio Braz pela Editora – Moderna contava a Estória de  Doca, Batata, Pidona, Santinha, Pereba, Maria Preta, Maria Branca e Rolinha são meninas que foram abandonadas por seus pais nas ruas e, a partir daí, aprenderam como sobreviver nas ruas das grandes cidades.
As meninas, para sobreviver, catavam e depois vendiam papel e papelão. Doca, a líder de todas, estabeleceu algumas regras para o grupo como: quem não trabalhasse, não comia nada.
Agora, para não perder a graça do livro , vou parar de contar a Estória. Quer saber mais trate de ler o livro e descubra as aventuras, confusões e brigas das oito garotinhas de rua contadas por Júlio Emílio Braz.


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO 

Dicas da Língua Portuguesa.

Published by:

Não diga:

  • Menas (sempre menos)
  • Iorgute (iogurte)
  • Mortandela (mortadela)
  • Mendingo (mendigo)
  • Trabisseiro (travesseiro)
  • Trezentas gramas (é O grama e não A grama)
  •  Di menor, di maior (é simplesmente maior ou menor de idade)
  • Cardaço (cadarço)
  • Asterístico (asterisco)
  • Beneficiente (beneficente)
  • Meia cansada (meio cansada)

lembre-se também :

  • Mal – Bem
  • Mau – Bom

A casa é GEMINADA (do latim geminare = duplicar) e não GERMINADA que vem de germinar, nascer, brotar

O certo é CUSPIR e não GOSPIR.

O certo é BASCULANTE e não VASCULHANTE, aquela janela do banheiro ou da cozinha.

Se você estiver com muito calor, poderá dizer que está “suando” (com u) e não “soando”, pois quem “soa” é sino !

O peixe tem ESPINHA (espinha dorsal) e não ESPINHO. Plantas têm espinhos.

Homens dizem OBRIGADO e mulheres OBRIGADA.

O certo é HAJA VISTA (que se oferece à vista) e não HAJA VISTO.
“FAZ dois anos que não o vejo” e não “FAZEM dois anos”.

POR ISSO e não PORISSO.

“HAVIA muitas pessoas no local” e não “HAVIAM”

“PODE HAVER problemas” e não “PODEM HAVER….”

PROBLEMA e não POBLEMA ou POBREMA (deixe isso para o Zé Dirceu)

A PARTIR e não À PARTIR

Cão é labrador e não lavrador.

Para EU fazer, para EU comprar, para EU comer e não para MIM fazer, para mim comprar ou para mim comer. É só lembra dessa frase (Mim não faz nada). (mim não conjuga verbo; apenas “eu, tu, ele, nós, vós, eles”)

Você pode ficar com dó (ou com um dó) de alguém, mas nunca com “uma dó”; a palavra dó no feminino é só a nota musical (dó, ré, mi, fá, só, lá, si)

As pronúncias: CD-ROM é igual a ROMA sem o A. Não é CD-RUM (nem CD-pinga, CD-ceveja, CD-vodka, CD-Conhaque etc). ROM é abreviatura de Read Only Memory – memória apenas para leitura.

HALL é RÓL não RAU, nem AU.

Perolas do  TELEMARKETING:

Não é eu vou ESTAR mandando, vou ESTAR passando, vou ESTAR verificando e sim eu vou MANDAR , vou PASSAR e vou VERIFICAR (muito mais simples, mais elegante e CORRETO).

Da mesma forma é incorreto perguntar: COM QUEM VOCÊ QUER ESTAR FALANDO?

Veja como é o correto e mais simples: COM QUEM VOCÊ QUER FALAR?

Ao telefone não use: Quem gostaria? É de matar…

Nunca use ao telefone: peraí, aguenta aí, só um pouquinho (prefira: Aguarde um momento, por favor)

Por último, e talvez a pior de todas :

Por favor, arranquem os malditos SEJE e ESTEJE do seu vocabulário. (estas palavras não existem)

Não é elegante você tratar por telefone, pessoas que não conhece, utilizando termos como: querido (a), meu filho (a), meu bem, amigo (a)… Utilize o nome da pessoa ou Senhor, Senhora.