Agora a culpa e das Crianças por serem vitima de pedófilos

Padre norte-americano diz que crianças e jovens são culpados por “seduzir” pedófilos

Algumas crianças são vítimas de pedofilia por terem “seduzido” seus agressores. Essa é a opinião do padre franciscano norte-americano Bernard Groeschel, de Nova York, que escreveu um artigo chocante no site da revista católica NCR (National Catholic Register), colocado no ar na última segunda-feira (27/08) e retirado pouco depois. A publicação se desculpou em seguida, admitindo um erro editorial. Em razão da revolta causada por suas declarações, e do pedido de retratação da revista, Groeschel voltou atrás em suas declarações.

O padre, de 79 anos, afirmou que quando se pensa em um pedófilo, “as pessoas normalmente imaginam uma pessoa que planejou seus atos, um psicopata. (…) Mas não é o caso. Imaginem um homem que se encontra em plena depressão nervosa e um jovem chega para consolá-lo. Em muitos desses casos, o jovem é que é o sedutor”, diz o franciscano. “As crianças vêm, muitas vezes, procurar uma relação romântica, e não relações sexuais”.

Groeschel defendeu que os padres católicos não deveriam ser presos caso fossem descobertos desde que não repetissem seus atos, “porque a intenção deles não era de cometer um crime”.

Fonte: Informação da Opera Mundi

About Redação da Revista JusRO

Revista Jurídica JusRO proporcionando desde 2008 um espaço dinâmico para a divulgação de noticias jurídicas, artigos jurídicos, trabalhos acadêmicos, roteiros de aulas. Torne-se um seguidor, contribua e participe você também!

2 thoughts on “Agora a culpa e das Crianças por serem vitima de pedófilos

  1. renata resende

    sou católica,e me envergonha das palavras deste Padre,que horror como deixam publicar estas porcarias!

  2. Cláudio Adriano Lopes

    Quem já viu matar um porco? Pois é, tem que fazer o mesmo com pedofilo. Isso se for a primeira vez,caso seja contumaz o melhor a fazer e por fogo com bastante gasolina deixar queimar até as cinzas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *