Daily Archives: 16/08/2016

O que está por trás da foto da mulher com o bebê no chão no aeroporto?

Published by:

Uma foto postada nas nas rede sociais de uma mãe que aparece usando o celular sentada em uma cadeira, no saguão de um aeroporto, enquanto seu bebê de 2 meses, estava deitado sobre um pano ou uma fralda no chão. Na própria foto que viralizou nas redes sociais, dá para ler: “Quem deixa o bebê no chão desse jeito?”

Não demorou para que os  MIMIMIS dos internautas aparecer. Internautas criticaram a cena e sentou o cacete na tal mulher. A maior parte das mensagens dizia que a mulher estava mandando mensagens ou usando as redes sociais, enquanto seu bebê, que deveria estar no colo, estava deitado no chão duro, de um lugar sujo, por conta da grande circulação de pessoas.

A história  por trás  da foto veio à  tona. O site myAJC, de Atlanta ( EUA), revelou que falhas operacionais da companhia Delta Airlines causou transtornos para muitos passageiros, incluído  Molly Lensing, a mulher da foto, e seu bebê. A foto foi feita no aeroporto em Atlanta onde Molly aguardava há  varios dias por  uma solução  da companhia aérea.
Segundo reportagem da myAJC, o voo de Molly, marcado para uma segunda-feira, foi cancelado e reagendado para terça, tendo um atraso de seis horas. Isso fez  com que ela perdesse sua conexão em Atlanta. Ela esperou até a meia-noite por outro vôo, que foi cancelado de última hora. Molly ficou até as 4h30 da manhã no telefone com a companhia aérea, tentando resolver o problema e  disseram  que não havia mais vouchers para custear a noite em um hotel. A mulher dormiu  no chão do aeroporto com o bebê e no momento que a foto foi tirada ela estava trocando mensagens com os pais pelo celular, tentando organizar para que eles fossem buscá-los de carro.
Quantas vezes julgamos outro sem saber os motivos que levou ele fazer aquilo. Achamos que os nossos problemas são maiores e mais importante do que dos outros e por vezes ferimos sem ao menos conhecer a verdeira historia desta mulher.
Reflita nesta pequena Historia:
Certa vez um médico entrou num hospital apressado, depois de ter sido chamado para uma cirurgia urgente. Ele respondeu à chamada imediatamente, e mal chegou trocou-se e foi direto para o bloco operatório. Pelo caminho encontrou o pai do rapaz que ia ser operado a andar para trás e para frente à espera do médico. Quando o viu, o pai gritou:
– Porque demorou este tempo todo a vir? Não sabe que a vida do meu filho está em perigo? Você não tem o mínimo de sentimento e de responsabilidade?
O médico sorriu e respondeu serenamente:
– Peço-lhe desculpa, não estava no hospital e vim assim que recebi a chamada. Agora, gostaria que você se acalmasse para que eu também possa fazer o meu trabalho.
– Acalmar-me? E se o seu filho estivesse dentro do bloco operatório, você também ficaria calmo? E se o seu filho morresse o que faria? – disse o pai visivelmente agitado.
– Ficar nesse estado alterado e de nervos não vai ajudar nada, nem a si, nem a mim e muito menos ao seu filho. Prometo-lhe que farei o melhor que sei e consigo dentro das minhas capacidades, disse o médico.
– Falar assim é fácil, quando não nos diz respeito, murmurou o pai entre dentes.
Passadas algumas horas, a cirurgia terminou e o médico saiu sorridente de encontro ao pai.
– A cirurgia foi um sucesso. Conseguimos salvar o seu filho! Se tiver alguma questão pergunte à enfermeira.
Sem esperar pela resposta, o clínico prosseguiu caminho visivelmente apressado. O pai irritado dirigiu-se à enfermeira e desabafou:
– O médico é mesmo arrogante. Será que lhe custava muito ficar aqui mais uns minutos para eu lhe questionar em relação ao estado geral do meu filho?
A enfermeira, um pouco abalada e quase a chorar respondeu-lhe:
– O filho do doutor morreu ontem num acidente rodoviário. Ele estava no funeral quando o chamamos para a cirurgia do seu filho. Agora que a cirurgia terminou e o seu filho foi salvo, o doutor voltou para o funeral para prestar a última homenagem ao filho dele.
É muito fácil sairmos julgando todos por causa de uma simples foto, criticando, apontando os erros, dizendo que essa mulher não sabe o que se mãe. Mas como é difícil conversar e tentar entender o lado da outra pessoa, como é difícil estender a mão para ajudar alguém, como é mais difícil achar uma solução do que achar um culpado.  Amigo leitor não faça as suas escolhas pelas coisas fáceis e sim pelas coisas certas! Amigo leitor antes de Julgar procure sabe o outro lado a outra versão. Nem sempre a versão da Promotoria é a verdadeira.
Veja a reportagem na integra: myAJC
Fonte: Com informação Blog EuCurtoserMae

Envie seu Artigo, Sugestão de pauta, Denúncia, Fotos, Videos, Piadas para o WhatsApp: + 55 (69) 99987-6863. Não se esqueça de se identificar.


Conheçam, Acompanhem, CURTAM: JusRO